Usuários brasileiros de celular recorrem à Veek

Está crescendo cada vez mais a procura dos brasileiros por operadoras de telefonia de maior qualidade. Insatisfeitos com o serviço prestado pelas gigantes Vivo, Oi, Tim, Claro e Nextel, usuário de todas as idades estão tentando aprender como funciona a Veek, uma vez que essa operadora está iniciando suas atividades nesse ano de 2017, e promete trazer grandes novidades para o setor.

A proposta e o diferencial da empresa

O grande diferencial dos planos Veek está no baixo preço das suas tarifas. A lógica é a seguinte: enquanto as demais operadoras precisam gastar enormes quantias em dinheiro para manter sua infraestrutura, a Veek trabalha de forma mais econômica, alugando a rede de uma operadora já instalada no Brasil. Esse sistema é chamado de MVNO (Mobile Virtual Network Operator – ou Operadora móvel/mobile com rede virtual). A tendência explícita é que as novas operadoras surjam implementando esse sistema, pelo baixo custo.

Sabe-se que cada atualmente o tempo de vida de uma empresa está ficando cada vez menor. Enquanto antigamente uma empresa perdurava no mercado por muitos anos, hoje o número 5 representa a quantidade de anos que uma empresa consegue sobreviver sem ir à falência. No ramo de telefonia, podemos considerar que as empresas antigas têm um monopólio instalado, mas novas operadoras que surgem não irão conseguir sobreviver sem uma grande estrutura (concisa e compacta). Para não correr riscos, é muito mais prudente operar sob a forma de MVNO.

Mas a Veek não se destaca apenas por trabalhar com esse tipo de operação moderna. Um modelo também adotado pela empresa está na divulgação de códigos promocionais (que a empresa chama de veekcode), de maneira que os clientes possam divulgar a empresa para seus contatos e fazerem eles se cadastrarem embaixo de sua rede multinível, formando uma matriz de 3 níveis onde o primeiro nível é remunerado com R$ 5,00 + 2,5% do valor da recarga dos clientes e os demais níveis são recompensados com 1% do valor da recarga. Essa estratégia é muito boa por um lado e perigosa por outro. Se, por um lado, é vantajoso tornar a divulgação massiva por meio do MMN (marketing multinível), por outro é arriscado comprometer a reputação da empresa com um sistema de marketing já condenado por muitas pessoas e confundido com pirâmide financeira. Existe uma comparação muito forte que pode ser feita entre a Veek e a falida Telex Free, apesar das duas empresas não terem nada em comum. O povo brasileiro não gosta muito de pesquisar, portanto a primeira impressão é a que fica.

Espera-se que a estratégia comercial da Veek surpreenda os desacreditados e conquiste a confiança de um público já calejado pelo péssimo serviço fornecido pelas operadoras mobile tradicionais.

Este post foi publicado em Sem categoria em por .